CÂMBIO

O que é câmbio?


Câmbio é toda e qualquer operação em que exista a troca de moeda nacional por moeda estrangeira e vice-versa. Nas operações de Comércio Exterior existem duas modalidades de câmbio, que são: com cobertura cambial e sem cobertura cambial.




O que é operação de comércio exterior com cobertura cambial?


Operações de COMEX com cobertura cambial exigem remessas financeiras provenientes do exterior ou destinadas ao exterior com a finalidade de pagamento da mercadoria. Todas as operações de exportação com cobertura cambial deverão estar formalizadas por contrato de câmbio.




O que é operação de comércio exterior sem cobertura cambial?


Operações de COMEX sem cobertura cambial não exigem remessas financeiras vindas do exterior ou destinadas ao exterior com a finalidade de pagamento da mercadoria. Exemplos de operações sem cobertura cambial:
- Recebimento /Remessa de mercadorias para feiras e exposições. Necessária a comprovação da participação no evento;
- Recebimento /Remessa de mercadorias para complemento ou correção de embarque, por exemplo: quebra, avaria, defeito de fábricas, etc.;
- Recebimento /Remessa de mercadorias destinadas a testes, exames ou pesquisas, com finalidade industrial ou científica, etc. OBS: As exportações em Reais, mesmo representando vendas, são exportações sem cobertura cambial, pois não existe contrato de câmbio devido a operação ser realizada em moeda brasileira.





REGIMES ESPECIAIS

O que é Importação?


A importação é a entrada de bens, produtos ou serviços oriundos de outros países, sejam eles frutos de contrato comercial ou a título de doações, com permanência temporária ou definitiva em território nacional.




O que é Licença de Importação (LI)?


A LI (Licença de Importação) é um documento registrado eletronicamente no SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior), utilizado para controlar as importações de produtos cuja natureza ou tipo de operação esteja sujeita à fiscalização de órgãos governamentais, como: ANVISA, INMETRO, DECEX, etc.




Qual o objetivo da Licença de Importação (LI)?


A Licença de Importação visa alimentar os dados estatísticos de importações brasileiras e identificar incompatibilidades nas operações comerciais.




Meu produto necessita de LI?


Para saber se o produto que deseja importar necessita de Licença de Importação, consulte o tratamento administrativo da NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul).




Qual a validade da LI?


A validade da LI é de noventa dias a partir da data do deferimento.




Qual o custo para emissão da LI?


A cobrança é descentralizada, realizada por diversos órgãos diferentes, e cada órgão aplica legislação e regras específicas. Faça uma consulta com a SS Aduaneira.




Como registrar uma LI?


O importador ou seu despachante aduaneiro elabora a Licença de Importação no SISCOMEX e envia para a Base Central que emitirá uma numeração específica e ficará à disposição do respectivo órgão anuente.




O que é nacionalização?


A nacionalização é transferência definitiva da mercadoria estrangeira para a economia nacional, através do registro da Declaração de Importação após o pagamento dos impostos e taxas e da liberação pela fiscalização aduaneira.




O que é Antidumping?


Dumping é uma palavra inglesa que significa, também, esvaziar, o dumping ocorre quando há venda de produtos importados, a preços menores que o mercado do próprio país. É uma palavra utilizada em termos de Comércio Exterior para a atividade de comercializar produtos abaixo do custo com o intuito de prejudicar a concorrência e aumentar participação de mercado. Antidumping são regras para evitar que produtores nacionais sejam prejudicados.




Qual o objetivo do Incoterm?


O Incoterm define as responsabilidades nos acordos de compra e venda internacional e estabelece direitos e obrigações do vendedor e do comprador.




O que é Packing List (Romaneio de Carga)?


Packing List, também conhecido como Romaneio de Carga é o documento remetido pelo exportador para orientar o embarque e o desembaraço da mercadoria. Auxilia a identificar um produto dentro de um lote ou um lote dentro de um contêiner, aperfeiçoando a operação logística e facilitando a identificação em casos de necessidade de fiscalização da carga. Especifica as mercadorias embarcadas dentro das respectivas embalagens (container, pallet, caixas, etc.) e deve trazer informações como: peso liquido e/ou bruto e m3 por item.




O que é Commercial Invoice (Fatura Comercial)?


Fatura Comercial ou Commercial Invoice é o documento internacional fundamental para o despacho de importação ou de exportação. Este documento substitui a nota fiscal internacionalmente, será a premissa para o desembaraço alfandegário. Ele contém todas as condições de negociação entre o exportador e importador. A CI (Commercial Invoice) deve ser emitida pelo exportador em formulário próprio (não existe um modelo unificado), deve ser redigida em inglês ou no idioma do país do importador.




O que é AFRMM?


AFRMM é a sigla de Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante, taxa calculada sobre o valor do frete marítimo de acordo com o conhecimento de embarque e o manifesto de carga sob legislação específica.




Qual é o fator gerador do AFRMM?


O fator gerador do AFRMM é o início da operação de descarregamento da embarcação em porto brasileiro, é calculado sobre a remuneração do transporte aquaviário, aplicando-se as seguintes alíquotas:

  • 25% na navegação de longo curso;
  • 10% na navegação de cabotagem; e
  • 40% na navegação fluvial e lacustre, quando do transporte de granéis líquidos nas regiões Norte e Nordeste.




O que é NVE?


Significa Nomenclatura de Valor Aduaneiro e Estatística. É um código formado por letras e números que serve para classificar a mercadoria para fins de valor aduaneiro e estatístico, atribuindo características tais como: Espécies, marcas comerciais, tipos, modelos, séries, coloração, processos, capacidade, tratamento, acondicionamento, apresentação, etc.




Quais as definições para país de origem, aquisição e procedência?


País de origem, onde houver sido produzida a mercadoria ou onde tiver ocorrido a última manufatura; País de aquisição, aquele do qual a mercadoria foi adquirida para ser exportada para o Brasil, independentemente do país de origem da mercadoria ou de seus insumos; País de procedência, é onde se encontrava a mercadoria no momento de sua aquisição.




O que é TEC?


Tarifa Externa Comum (TEC) é um conjunto de tarifas que estabelecem os direitos de importação para os países membros do Mercosul com base na NCM. Permite a consulta, pesquisa de classificação fiscal das mercadorias, verificação de tributos, entre outras facilidades. Tem objetivo de estimular a competitividade dos países membros do Mercosul e evitar domínios e reservas de mercado.




Como importar um produto?


Estabelecer relações com um fornecedor internacional confiável e apto a atender às exigências para nacionalização do produto. Verificar, adequar a documentação para a liberação da mercadoria e programar o embarque. Quando é identificada a presença da carga em território nacional, faz-se o procedimento para a nacionalização e liberação para entrega do seu produto no endereço de sua escolha.




Como avaliar se vale a pena importar um produto?


Os principais fatores a serem considerados são: o custo real do produto após a nacionalização, a qualidade, o tempo entre a compra e o recebimento em sua empresa, o pedido mínimo, os riscos inerentes à operação, etc.




Que documentação precisarei para importar um produto ou insumo?


Os documentos iniciais são: Invoice, Packing List e Conhecimento de Embarque. Mais documentos podem ser exigidos, de acordo com a mercadoria e as normas do país destinatário.




Como será a logística do fornecedor internacional até a minha empresa?


A logística dependerá da negociação feita com o exportador e do INCOTERM firmado na operação. Pode-se utilizar multimodais em uma mesma operação.




Como fazer o pagamento da importação?


O pagamento de uma importação será realizado através de um contrato de câmbio realizado com uma instituição financeira. As condições dependem da negociação feita com o fornecedor internacional, podendo ser pagamento antecipado, à vista, a prazo, contra documentação bancária (CAD), carta de crédito (LC), entre outras.





EXPORTAÇÃO

O que é Importação?


A importação é a entrada de bens, produtos ou serviços oriundos de outros países, sejam eles frutos de contrato comercial ou a título de doações, com permanência temporária ou definitiva em território nacional.




O que é Licença de Importação (LI)?


A LI (Licença de Importação) é um documento registrado eletronicamente no SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior), utilizado para controlar as importações de produtos cuja natureza ou tipo de operação esteja sujeita à fiscalização de órgãos governamentais, como: ANVISA, INMETRO, DECEX, etc.




Qual o objetivo da Licença de Importação (LI)?


A Licença de Importação visa alimentar os dados estatísticos de importações brasileiras e identificar incompatibilidades nas operações comerciais.




Meu produto necessita de LI?


Para saber se o produto que deseja importar necessita de Licença de Importação, consulte o tratamento administrativo da NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul).




Qual a validade da LI?


A validade da LI é de noventa dias a partir da data do deferimento.




Qual o custo para emissão da LI?


A cobrança é descentralizada, realizada por diversos órgãos diferentes, e cada órgão aplica legislação e regras específicas. Faça uma consulta com a SS Aduaneira.




Como registrar uma LI?


O importador ou seu despachante aduaneiro elabora a Licença de Importação no SISCOMEX e envia para a Base Central que emitirá uma numeração específica e ficará à disposição do respectivo órgão anuente.




O que é nacionalização?


A nacionalização é transferência definitiva da mercadoria estrangeira para a economia nacional, através do registro da Declaração de Importação após o pagamento dos impostos e taxas e da liberação pela fiscalização aduaneira.




O que é Antidumping?


Dumping é uma palavra inglesa que significa, também, esvaziar, o dumping ocorre quando há venda de produtos importados, a preços menores que o mercado do próprio país. É uma palavra utilizada em termos de Comércio Exterior para a atividade de comercializar produtos abaixo do custo com o intuito de prejudicar a concorrência e aumentar participação de mercado. Antidumping são regras para evitar que produtores nacionais sejam prejudicados.




Qual o objetivo do Incoterm?


O Incoterm define as responsabilidades nos acordos de compra e venda internacional e estabelece direitos e obrigações do vendedor e do comprador.




O que é Packing List (Romaneio de Carga)?


Packing List, também conhecido como Romaneio de Carga é o documento remetido pelo exportador para orientar o embarque e o desembaraço da mercadoria. Auxilia a identificar um produto dentro de um lote ou um lote dentro de um contêiner, aperfeiçoando a operação logística e facilitando a identificação em casos de necessidade de fiscalização da carga. Especifica as mercadorias embarcadas dentro das respectivas embalagens (container, pallet, caixas, etc.) e deve trazer informações como: peso liquido e/ou bruto e m3 por item.




O que é Commercial Invoice (Fatura Comercial)?


Fatura Comercial ou Commercial Invoice é o documento internacional fundamental para o despacho de importação ou de exportação. Este documento substitui a nota fiscal internacionalmente, será a premissa para o desembaraço alfandegário. Ele contém todas as condições de negociação entre o exportador e importador. A CI (Commercial Invoice) deve ser emitida pelo exportador em formulário próprio (não existe um modelo unificado), deve ser redigida em inglês ou no idioma do país do importador.




O que é AFRMM?


AFRMM é a sigla de Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante, taxa calculada sobre o valor do frete marítimo de acordo com o conhecimento de embarque e o manifesto de carga sob legislação específica.




Qual é o fator gerador do AFRMM?


O fator gerador do AFRMM é o início da operação de descarregamento da embarcação em porto brasileiro, é calculado sobre a remuneração do transporte aquaviário, aplicando-se as seguintes alíquotas:

  • 25% na navegação de longo curso;
  • 10% na navegação de cabotagem; e
  • 40% na navegação fluvial e lacustre, quando do transporte de granéis líquidos nas regiões Norte e Nordeste.




O que é NVE?


Significa Nomenclatura de Valor Aduaneiro e Estatística. É um código formado por letras e números que serve para classificar a mercadoria para fins de valor aduaneiro e estatístico, atribuindo características tais como: Espécies, marcas comerciais, tipos, modelos, séries, coloração, processos, capacidade, tratamento, acondicionamento, apresentação, etc.




Quais as definições para país de origem, aquisição e procedência?


País de origem, onde houver sido produzida a mercadoria ou onde tiver ocorrido a última manufatura; País de aquisição, aquele do qual a mercadoria foi adquirida para ser exportada para o Brasil, independentemente do país de origem da mercadoria ou de seus insumos; País de procedência, é onde se encontrava a mercadoria no momento de sua aquisição.




O que é TEC?


Tarifa Externa Comum (TEC) é um conjunto de tarifas que estabelecem os direitos de importação para os países membros do Mercosul com base na NCM. Permite a consulta, pesquisa de classificação fiscal das mercadorias, verificação de tributos, entre outras facilidades. Tem objetivo de estimular a competitividade dos países membros do Mercosul e evitar domínios e reservas de mercado.




Como importar um produto?


Estabelecer relações com um fornecedor internacional confiável e apto a atender às exigências para nacionalização do produto. Verificar, adequar a documentação para a liberação da mercadoria e programar o embarque. Quando é identificada a presença da carga em território nacional, faz-se o procedimento para a nacionalização e liberação para entrega do seu produto no endereço de sua escolha.




Como avaliar se vale a pena importar um produto?


Os principais fatores a serem considerados são: o custo real do produto após a nacionalização, a qualidade, o tempo entre a compra e o recebimento em sua empresa, o pedido mínimo, os riscos inerentes à operação, etc.




Que documentação precisarei para importar um produto ou insumo?


Os documentos iniciais são: Invoice, Packing List e Conhecimento de Embarque. Mais documentos podem ser exigidos, de acordo com a mercadoria e as normas do país destinatário.




Como será a logística do fornecedor internacional até a minha empresa?


A logística dependerá da negociação feita com o exportador e do INCOTERM firmado na operação. Pode-se utilizar multimodais em uma mesma operação.




Como fazer o pagamento da importação?


O pagamento de uma importação será realizado através de um contrato de câmbio realizado com uma instituição financeira. As condições dependem da negociação feita com o fornecedor internacional, podendo ser pagamento antecipado, à vista, a prazo, contra documentação bancária (CAD), carta de crédito (LC), entre outras.





IMPORTAÇÃO

O que é Importação?


A importação é a entrada de bens, produtos ou serviços oriundos de outros países, sejam eles frutos de contrato comercial ou a título de doações, com permanência temporária ou definitiva em território nacional.




O que é Licença de Importação (LI)?


A LI (Licença de Importação) é um documento registrado eletronicamente no SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior), utilizado para controlar as importações de produtos cuja natureza ou tipo de operação esteja sujeita à fiscalização de órgãos governamentais, como: ANVISA, INMETRO, DECEX, etc.




Qual o objetivo da Licença de Importação (LI)?


A Licença de Importação visa alimentar os dados estatísticos de importações brasileiras e identificar incompatibilidades nas operações comerciais.




Meu produto necessita de LI?


Para saber se o produto que deseja importar necessita de Licença de Importação, consulte o tratamento administrativo da NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul).




Qual a validade da LI?


A validade da LI é de noventa dias a partir da data do deferimento.




Qual o custo para emissão da LI?


A cobrança é descentralizada, realizada por diversos órgãos diferentes, e cada órgão aplica legislação e regras específicas. Faça uma consulta com a SS Aduaneira.




Como registrar uma LI?


O importador ou seu despachante aduaneiro elabora a Licença de Importação no SISCOMEX e envia para a Base Central que emitirá uma numeração específica e ficará à disposição do respectivo órgão anuente.




O que é nacionalização?


A nacionalização é transferência definitiva da mercadoria estrangeira para a economia nacional, através do registro da Declaração de Importação após o pagamento dos impostos e taxas e da liberação pela fiscalização aduaneira.




O que é Antidumping?


Dumping é uma palavra inglesa que significa, também, esvaziar, o dumping ocorre quando há venda de produtos importados, a preços menores que o mercado do próprio país. É uma palavra utilizada em termos de Comércio Exterior para a atividade de comercializar produtos abaixo do custo com o intuito de prejudicar a concorrência e aumentar participação de mercado. Antidumping são regras para evitar que produtores nacionais sejam prejudicados.




Qual o objetivo do Incoterm?


O Incoterm define as responsabilidades nos acordos de compra e venda internacional e estabelece direitos e obrigações do vendedor e do comprador.




O que é Packing List (Romaneio de Carga)?


Packing List, também conhecido como Romaneio de Carga é o documento remetido pelo exportador para orientar o embarque e o desembaraço da mercadoria. Auxilia a identificar um produto dentro de um lote ou um lote dentro de um contêiner, aperfeiçoando a operação logística e facilitando a identificação em casos de necessidade de fiscalização da carga. Especifica as mercadorias embarcadas dentro das respectivas embalagens (container, pallet, caixas, etc.) e deve trazer informações como: peso liquido e/ou bruto e m3 por item.




O que é Commercial Invoice (Fatura Comercial)?


Fatura Comercial ou Commercial Invoice é o documento internacional fundamental para o despacho de importação ou de exportação. Este documento substitui a nota fiscal internacionalmente, será a premissa para o desembaraço alfandegário. Ele contém todas as condições de negociação entre o exportador e importador. A CI (Commercial Invoice) deve ser emitida pelo exportador em formulário próprio (não existe um modelo unificado), deve ser redigida em inglês ou no idioma do país do importador.




O que é AFRMM?


AFRMM é a sigla de Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante, taxa calculada sobre o valor do frete marítimo de acordo com o conhecimento de embarque e o manifesto de carga sob legislação específica.




Qual é o fator gerador do AFRMM?


O fator gerador do AFRMM é o início da operação de descarregamento da embarcação em porto brasileiro, é calculado sobre a remuneração do transporte aquaviário, aplicando-se as seguintes alíquotas:

  • 25% na navegação de longo curso;
  • 10% na navegação de cabotagem; e
  • 40% na navegação fluvial e lacustre, quando do transporte de granéis líquidos nas regiões Norte e Nordeste.




O que é NVE?


Significa Nomenclatura de Valor Aduaneiro e Estatística. É um código formado por letras e números que serve para classificar a mercadoria para fins de valor aduaneiro e estatístico, atribuindo características tais como: Espécies, marcas comerciais, tipos, modelos, séries, coloração, processos, capacidade, tratamento, acondicionamento, apresentação, etc.




Quais as definições para país de origem, aquisição e procedência?


País de origem, onde houver sido produzida a mercadoria ou onde tiver ocorrido a última manufatura; País de aquisição, aquele do qual a mercadoria foi adquirida para ser exportada para o Brasil, independentemente do país de origem da mercadoria ou de seus insumos; País de procedência, é onde se encontrava a mercadoria no momento de sua aquisição.




O que é TEC?


Tarifa Externa Comum (TEC) é um conjunto de tarifas que estabelecem os direitos de importação para os países membros do Mercosul com base na NCM. Permite a consulta, pesquisa de classificação fiscal das mercadorias, verificação de tributos, entre outras facilidades. Tem objetivo de estimular a competitividade dos países membros do Mercosul e evitar domínios e reservas de mercado.




Como importar um produto?


Estabelecer relações com um fornecedor internacional confiável e apto a atender às exigências para nacionalização do produto. Verificar, adequar a documentação para a liberação da mercadoria e programar o embarque. Quando é identificada a presença da carga em território nacional, faz-se o procedimento para a nacionalização e liberação para entrega do seu produto no endereço de sua escolha.




Como avaliar se vale a pena importar um produto?


Os principais fatores a serem considerados são: o custo real do produto após a nacionalização, a qualidade, o tempo entre a compra e o recebimento em sua empresa, o pedido mínimo, os riscos inerentes à operação, etc.




Que documentação precisarei para importar um produto ou insumo?


Os documentos iniciais são: Invoice, Packing List e Conhecimento de Embarque. Mais documentos podem ser exigidos, de acordo com a mercadoria e as normas do país destinatário.




Como será a logística do fornecedor internacional até a minha empresa?


A logística dependerá da negociação feita com o exportador e do INCOTERM firmado na operação. Pode-se utilizar multimodais em uma mesma operação.




Como fazer o pagamento da importação?


O pagamento de uma importação será realizado através de um contrato de câmbio realizado com uma instituição financeira. As condições dependem da negociação feita com o fornecedor internacional, podendo ser pagamento antecipado, à vista, a prazo, contra documentação bancária (CAD), carta de crédito (LC), entre outras.





LOGÍSTICA

O que é Importação?


A importação é a entrada de bens, produtos ou serviços oriundos de outros países, sejam eles frutos de contrato comercial ou a título de doações, com permanência temporária ou definitiva em território nacional.




O que é Licença de Importação (LI)?


A LI (Licença de Importação) é um documento registrado eletronicamente no SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior), utilizado para controlar as importações de produtos cuja natureza ou tipo de operação esteja sujeita à fiscalização de órgãos governamentais, como: ANVISA, INMETRO, DECEX, etc.




Qual o objetivo da Licença de Importação (LI)?


A Licença de Importação visa alimentar os dados estatísticos de importações brasileiras e identificar incompatibilidades nas operações comerciais.




Meu produto necessita de LI?


Para saber se o produto que deseja importar necessita de Licença de Importação, consulte o tratamento administrativo da NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul).




Qual a validade da LI?


A validade da LI é de noventa dias a partir da data do deferimento.




Qual o custo para emissão da LI?


A cobrança é descentralizada, realizada por diversos órgãos diferentes, e cada órgão aplica legislação e regras específicas. Faça uma consulta com a SS Aduaneira.




Como registrar uma LI?


O importador ou seu despachante aduaneiro elabora a Licença de Importação no SISCOMEX e envia para a Base Central que emitirá uma numeração específica e ficará à disposição do respectivo órgão anuente.




O que é nacionalização?


A nacionalização é transferência definitiva da mercadoria estrangeira para a economia nacional, através do registro da Declaração de Importação após o pagamento dos impostos e taxas e da liberação pela fiscalização aduaneira.




O que é Antidumping?


Dumping é uma palavra inglesa que significa, também, esvaziar, o dumping ocorre quando há venda de produtos importados, a preços menores que o mercado do próprio país. É uma palavra utilizada em termos de Comércio Exterior para a atividade de comercializar produtos abaixo do custo com o intuito de prejudicar a concorrência e aumentar participação de mercado. Antidumping são regras para evitar que produtores nacionais sejam prejudicados.




Qual o objetivo do Incoterm?


O Incoterm define as responsabilidades nos acordos de compra e venda internacional e estabelece direitos e obrigações do vendedor e do comprador.




O que é Packing List (Romaneio de Carga)?


Packing List, também conhecido como Romaneio de Carga é o documento remetido pelo exportador para orientar o embarque e o desembaraço da mercadoria. Auxilia a identificar um produto dentro de um lote ou um lote dentro de um contêiner, aperfeiçoando a operação logística e facilitando a identificação em casos de necessidade de fiscalização da carga. Especifica as mercadorias embarcadas dentro das respectivas embalagens (container, pallet, caixas, etc.) e deve trazer informações como: peso liquido e/ou bruto e m3 por item.




O que é Commercial Invoice (Fatura Comercial)?


Fatura Comercial ou Commercial Invoice é o documento internacional fundamental para o despacho de importação ou de exportação. Este documento substitui a nota fiscal internacionalmente, será a premissa para o desembaraço alfandegário. Ele contém todas as condições de negociação entre o exportador e importador. A CI (Commercial Invoice) deve ser emitida pelo exportador em formulário próprio (não existe um modelo unificado), deve ser redigida em inglês ou no idioma do país do importador.




O que é AFRMM?


AFRMM é a sigla de Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante, taxa calculada sobre o valor do frete marítimo de acordo com o conhecimento de embarque e o manifesto de carga sob legislação específica.




Qual é o fator gerador do AFRMM?


O fator gerador do AFRMM é o início da operação de descarregamento da embarcação em porto brasileiro, é calculado sobre a remuneração do transporte aquaviário, aplicando-se as seguintes alíquotas:

  • 25% na navegação de longo curso;
  • 10% na navegação de cabotagem; e
  • 40% na navegação fluvial e lacustre, quando do transporte de granéis líquidos nas regiões Norte e Nordeste.




O que é NVE?


Significa Nomenclatura de Valor Aduaneiro e Estatística. É um código formado por letras e números que serve para classificar a mercadoria para fins de valor aduaneiro e estatístico, atribuindo características tais como: Espécies, marcas comerciais, tipos, modelos, séries, coloração, processos, capacidade, tratamento, acondicionamento, apresentação, etc.




Quais as definições para país de origem, aquisição e procedência?


País de origem, onde houver sido produzida a mercadoria ou onde tiver ocorrido a última manufatura; País de aquisição, aquele do qual a mercadoria foi adquirida para ser exportada para o Brasil, independentemente do país de origem da mercadoria ou de seus insumos; País de procedência, é onde se encontrava a mercadoria no momento de sua aquisição.




O que é TEC?


Tarifa Externa Comum (TEC) é um conjunto de tarifas que estabelecem os direitos de importação para os países membros do Mercosul com base na NCM. Permite a consulta, pesquisa de classificação fiscal das mercadorias, verificação de tributos, entre outras facilidades. Tem objetivo de estimular a competitividade dos países membros do Mercosul e evitar domínios e reservas de mercado.




Como importar um produto?


Estabelecer relações com um fornecedor internacional confiável e apto a atender às exigências para nacionalização do produto. Verificar, adequar a documentação para a liberação da mercadoria e programar o embarque. Quando é identificada a presença da carga em território nacional, faz-se o procedimento para a nacionalização e liberação para entrega do seu produto no endereço de sua escolha.




Como avaliar se vale a pena importar um produto?


Os principais fatores a serem considerados são: o custo real do produto após a nacionalização, a qualidade, o tempo entre a compra e o recebimento em sua empresa, o pedido mínimo, os riscos inerentes à operação, etc.




Que documentação precisarei para importar um produto ou insumo?


Os documentos iniciais são: Invoice, Packing List e Conhecimento de Embarque. Mais documentos podem ser exigidos, de acordo com a mercadoria e as normas do país destinatário.




Como será a logística do fornecedor internacional até a minha empresa?


A logística dependerá da negociação feita com o exportador e do INCOTERM firmado na operação. Pode-se utilizar multimodais em uma mesma operação.




Como fazer o pagamento da importação?


O pagamento de uma importação será realizado através de um contrato de câmbio realizado com uma instituição financeira. As condições dependem da negociação feita com o fornecedor internacional, podendo ser pagamento antecipado, à vista, a prazo, contra documentação bancária (CAD), carta de crédito (LC), entre outras.





SISCOSERV

O que é câmbio?


Câmbio é toda e qualquer operação em que exista a troca de moeda nacional por moeda estrangeira e vice-versa. Nas operações de Comércio Exterior existem duas modalidades de câmbio, que são: com cobertura cambial e sem cobertura cambial.




O que é operação de comércio exterior com cobertura cambial?


Operações de COMEX com cobertura cambial exigem remessas financeiras provenientes do exterior ou destinadas ao exterior com a finalidade de pagamento da mercadoria. Todas as operações de exportação com cobertura cambial deverão estar formalizadas por contrato de câmbio.




O que é operação de comércio exterior sem cobertura cambial?


Operações de COMEX sem cobertura cambial não exigem remessas financeiras vindas do exterior ou destinadas ao exterior com a finalidade de pagamento da mercadoria. Exemplos de operações sem cobertura cambial:
- Recebimento /Remessa de mercadorias para feiras e exposições. Necessária a comprovação da participação no evento;
- Recebimento /Remessa de mercadorias para complemento ou correção de embarque, por exemplo: quebra, avaria, defeito de fábricas, etc.;
- Recebimento /Remessa de mercadorias destinadas a testes, exames ou pesquisas, com finalidade industrial ou científica, etc. OBS: As exportações em Reais, mesmo representando vendas, são exportações sem cobertura cambial, pois não existe contrato de câmbio devido a operação ser realizada em moeda brasileira.





ADUANA

O que é câmbio?


Câmbio é toda e qualquer operação em que exista a troca de moeda nacional por moeda estrangeira e vice-versa. Nas operações de Comércio Exterior existem duas modalidades de câmbio, que são: com cobertura cambial e sem cobertura cambial.




O que é operação de comércio exterior com cobertura cambial?


Operações de COMEX com cobertura cambial exigem remessas financeiras provenientes do exterior ou destinadas ao exterior com a finalidade de pagamento da mercadoria. Todas as operações de exportação com cobertura cambial deverão estar formalizadas por contrato de câmbio.




O que é operação de comércio exterior sem cobertura cambial?


Operações de COMEX sem cobertura cambial não exigem remessas financeiras vindas do exterior ou destinadas ao exterior com a finalidade de pagamento da mercadoria. Exemplos de operações sem cobertura cambial:
- Recebimento /Remessa de mercadorias para feiras e exposições. Necessária a comprovação da participação no evento;
- Recebimento /Remessa de mercadorias para complemento ou correção de embarque, por exemplo: quebra, avaria, defeito de fábricas, etc.;
- Recebimento /Remessa de mercadorias destinadas a testes, exames ou pesquisas, com finalidade industrial ou científica, etc. OBS: As exportações em Reais, mesmo representando vendas, são exportações sem cobertura cambial, pois não existe contrato de câmbio devido a operação ser realizada em moeda brasileira.





OUTRAS INFORMAÇÕES

O que é câmbio?


Câmbio é toda e qualquer operação em que exista a troca de moeda nacional por moeda estrangeira e vice-versa. Nas operações de Comércio Exterior existem duas modalidades de câmbio, que são: com cobertura cambial e sem cobertura cambial.




O que é operação de comércio exterior com cobertura cambial?


Operações de COMEX com cobertura cambial exigem remessas financeiras provenientes do exterior ou destinadas ao exterior com a finalidade de pagamento da mercadoria. Todas as operações de exportação com cobertura cambial deverão estar formalizadas por contrato de câmbio.




O que é operação de comércio exterior sem cobertura cambial?


Operações de COMEX sem cobertura cambial não exigem remessas financeiras vindas do exterior ou destinadas ao exterior com a finalidade de pagamento da mercadoria. Exemplos de operações sem cobertura cambial:
- Recebimento /Remessa de mercadorias para feiras e exposições. Necessária a comprovação da participação no evento;
- Recebimento /Remessa de mercadorias para complemento ou correção de embarque, por exemplo: quebra, avaria, defeito de fábricas, etc.;
- Recebimento /Remessa de mercadorias destinadas a testes, exames ou pesquisas, com finalidade industrial ou científica, etc. OBS: As exportações em Reais, mesmo representando vendas, são exportações sem cobertura cambial, pois não existe contrato de câmbio devido a operação ser realizada em moeda brasileira.





Abra o WhatsApp